Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Dieta já’

Dieta já: Alimentos termogênicos

É minha gente, o Verão está batendo na porta e para quem está querendo enxugar uns quilinhos em pouco tempo uma boa pedida é apostar nos alimentos termogênicos, que são aqueles alimentos que fazem o organismo gastar mais energia para serem digeridos. Por isso, estimulam o metabolismo a trabalhar em ritmo acelerado e aumentam a temperatura corporal, facilitando a queima de gordura. Bom demais hem? Vejam a lista:

termogenicos-naturais

Gengibre: pesquisas apontam que seu consumo regular pode acelerar o metabolismo em até 20%. O gengibre também melhora a digestão. É versátil e pode ser usado cru, refogado, em forma de chá ou batido no liquidificador com qualquer fruta.

Canela: além da ação estimulante, age como facilitadora da digestão e combate o excesso de gases Pode ser consumida em pó ou em forma de chá, no caso da canela em pau.

Café: contém cafeína, estimulante e termogênico natural, que te auxilia a se manter em estado de alerta. Mas nada de exagerar na dose, ou você pode sofrer com problemas do estômago, insônia e ansiedade. O ideal é consumir até 3 xícaras por dia.

Cacau: possui propriedades estimulantes e antioxidantes devido ao seu teor de cafeína e polifenóis. A combinação dessas substâncias faz bem ao coração, à circulação sanguínea e contém atividade antialérgica, antiviral e anti-inflamatória.

Pimenta vermelha: uma das substâncias presentes no fruto, a capsaicina, tem ação termogênica comprovada e é considerada um dos melhores auxiliares no controle de peso. Também contribui para a retirada de gorduras das artérias. No entanto, tome cuidado: o ingrediente é contraindicado para quem sofre de gastrite ou hemorroida.

Mate: um estudo desenvolvido por pesquisadores do curso de nutrição da Universidade do Vale do Iitajaí (Univali) apontou que o consumo de erva-mate ajuda na perda de peso, no aumento da taxa de HDL (bom colesterol) e na diminuição da taxa de glicemia.

Chá-verde: graças à presença de substâncias como a cafeína e as catequinas, essa bebida obriga o organismo a buscar energia nas reservas de gordura. “Como se não bastasse, ela ainda ajuda na desintoxicação, combate a retenção de líquidos e dos radicais livres – responsáveis pelo envelhecimento.

Linhaça: no quesito controle de peso, oferece dois grandes auxílios: acelera a queima calórica e regulariza o intestino. E não para por aí: ela também proporciona o aumento da defesa orgânica e reduz o ritmo de envelhecimento celular, prevenindo várias doenças.

Óleo de coco: estimula o metabolismo, atua na redução do colesterol ruim e melhora a função intestinal. Uma boa opção é alternar seu uso com o do azeite de oliva, pois seu sabor é mais suave.

Dos alimentos citados eu costumo usar o gengibre e  amo de paixão, tenho plantado em casa e usamos de diversas formas, em chás, como tempero, enfim…também já usei o óleo de coco mas achei muito enjoativo e portanto não consegui usar por muito tempo.

O chá verde eu nunca tomei, mas o chá branco já, dizem que é muito bom mesmo, mas me deu um enjoo danado…não sei se fiz muito concentrado, vou tentar novamente e depois farei um post dedicado à ele.

Adorei a dica do chá de canela, vou fazer e tomar geladinho, aposto que fica muito bom!

Espero que tenham gostado!

Beijos!

fonte: Revista Boa forma

Categories: Dieta já Tags:

Dieta já: Um amiigo para ajudar a turbinar o treino

Hello!

Novidade tecnológica para quem curte treinar, vejam que bacana!

Existem alguns itens que auxiliam na avaliação dos exercícios físicos, como o monitor de frequência cardíaca ou o pedômetro. Mas, imagine um aparelho que possa reconhecer a atividade que você está fazendo e avaliar como o seu corpo está respondendo aos movimentos?

Agora, isso já é realidade e está presente no Amiigo, um bracelete de fitness que possui dispositivos que lhe permite controlar a sua atividade física, avaliando a frequência cardíaca, níveis de oxigênio no sangue, a temperatura da pele, nível de atividade geral e calorias queimadas. O item apresenta ainda qual atividade específica você está exercendo, mostrando as repetições, grupos trabalhados, duração, velocidade e intensidade.

amiigo amiigo2

 

O produto é composto de dois sensores, sendo um no bracelete, que detecta os movimentos da parte superior do corpo, e outro um clipe para colocar no tênis que capta os movimentos corporais dos membros inferiores. Os dois dispositivos também podem trabalhar de forma independente um do outro, se você fizer alguma atividade que não use tênis ou se você não pode usar a pulseira.

amiigo3

O produto pode ser sincronizado com os sistemas iOS e Android para você poder compartilhar as suas conquistas nas redes sociais.

Vamos conferir o vídeo onde os criadores do acessório explicam como ele funciona? Clique AQUI!

fonte: todaela

Categories: Dieta já Tags: , ,

Dieta já: Seu pão integral é integral mesmo?

Hello!

Começando mais uma semana com uma dica para quem curte se alimentar de forma saudável e preza pelo consumo de alimentos integrais, começando pelo pão. Hoje em dias existem muitas marcas e opções de pães “integrais” nos supermercados, sempre fico indecisa quando vou escolher o pão da semana, pois as opções são tantas!

pão

Um bom pão integral, primeiramente deve  ser rico em fibras. Essa é a grande diferença da farinha branca para a integral. Na farinha branca refinada os grãos de trigo são moídos, enquanto que na farinha integral os grãos são mais preservados e suas fibras também.  Quanto mais refinada a farinha de trigo, menos fibras ela tem e menos benefícios trará ao nosso organismo.

Uma coisa muito importante que descobri e preciso enfatizar segundo a Anvisa, os ingredientes do alimento aparecem na ordem decrescente de acordo com a quantidade que aparecem na composição. Portanto, se procuramos um item realmente integral  o primeiro ingrediente deve ser a farinha integral (trigo, centeio ou outra). Consequentemente ele terá mais fibras na sua composição.

Então para ficar mais fácil vejam os exemplos de rótulos abaixo:

1- No rótulo abaixo o primeiro item que aparece é a farinha enriquecida com ácido fólico, e isso significa que esse pão NÃO é integral:

não

2- Já neste outro rótulo podemos ver que a farinha de trigo integral e/ou farinha de centeio aparece em primeiro lugar, este é um exemplo de pão verdadeiramente integral:

 

sim

Ah! Todas essas informações também valem para bolos e torradas ditas integrais.

 

FIQUEM ATENTOS!

fonte: Blogdasmimis, Glam4you
imagem: Google, Glam4you (tabelas nutricionais)

Categories: Dieta já Tags:

Dieta já: Os riscos e benefícios do chá verde

Ele desintoxica, desincha, acelera o metabolismo e queima gordura. O chá mais falado do momento tem ainda outros poderes a favor da saúde e contra o excesso de peso. Rico em substâncias que previnem o envelhecimento precoce das células do corpo.
“O chá verde apresenta a catequina que é um antioxidante, o flavonóide que tem uma ação vascular, a cafeína que melhora a parte cognitiva e melhora a parte cardíaca, e apresenta vitaminas também do complexo b, complexo c e vitamina k”

Ele também é indicado para o emagrecimento. “O chá acelera o metabolismo portanto a pessoa tem uma tendência a perder peso mais peso”

Cha-Verde-650

 

Outros poderes da erva

Emagrecer é apenas uma das vantagens do chá-verde. Estudos feitos em importantes centros de pesquisa dos Estados Unidos e da Europa mostraram que também faz bem para a pele. Extraído da planta Camellia sinensis, tem altas concentrações de antioxidantes, considerados até mais potentes que os carotenos e as vitaminas C e E, substâncias que atuam contra as rugas precoces. Outra pesquisa, dessa vez realizada na Universidade de Tohoku, no Japão, e publicada recentemente no The Journal of the American Medical Association (Jama), mostrou que a erva é eficaz na prevenção de doenças do coração. Seus compostos reforçam as artérias, diminuem as taxas de colesterol ruim e bloqueiam o acúmulo de gordura na parede dos vasos sanguíneos. O consumo habitual também previne inflamações na gengiva e até tumores malignos de boca e mama. “Substâncias como as catequinas e os bioflavonóides são capazes de impedir alterações no DNA das células, o primeiro passo para o desenvolvimento de um câncer”, diz Vanderlí. Um teste de laboratório apontou mais um efeito positivo do chá-verde: melhora a memória. Mas os estudos para comprovar mais esse efeito estão só no começo.

Mas para obter os benefícios é preciso tomar o chá de forma correta:

Nós devemos utilizar uma colher de chá rasa para cada xícara de chá. O ideal seria tomar após o almoço ou após o jantar. Algumas pessoas têm alteração de sono por causa da cafeína, então o ideal seria no almoço. Mas é uma vez por dia só. O excesso pode ser prejudicial.

Tomar mais de cinco xícaras por dia é um excesso e pode sobrecarregar o fígado e outros órgãos.

“Além da toxicidade hepática, pode provocar gastrite, úlcera gástrica com sangramento, que às vezes não é perceptível, causando problemas sérios ao paciente. Algumas substâncias do chá diminuem a absorção de ferro e a pessoa fica anêmica”, explica João Ernesto de Carvalho, coordenador de um centro de pesquisas da Unicamp.

A preocupação com o consumo descontrolado de chá verde ficou maior com a comercialização de cápsulas com um concentrado do produto. A Anvisa não reconhece a eficiência dos chás produzidos dessa forma.

De acordo com pesquisadores da Universidade de Campinas, o chá verde em cápsulas tem uma concentração muito grande dos princípios ativos. Para se ter uma ideia, uma única unidade é equivalente a 10 xícaras de chá. Um exagero que em vez de trazer benefícios vai prejudicar a saúde.

“Pode causar diarreia, vômito, mal estar, batedeira, insônia, irritabilidade“, enumera o nutrólogo Edson Credidio.

Dica: Prefira sempre tomar o chá ao invés das cápsulas e misture com outras frutas e ervas para variar o sabor: erva-cidreira, hortelã, erva-doce. Ferver a água com um pedaço de casca de abacaxi ou de manga é outra tática para deixar o chá mais gostosinho. Ou, ainda, pingue algumas gotas de limão no chá pronto.

Fica a dica 😉

Fonte: globo.com, google, boa forma

Dieta já: Dicas preciosas para perder peso

Olá!!

Cuidar da alimentação deveria ser prioridade para todos nós, algumas pessoas tem mais facilidade para ingerir alimentos saudáveis e fazem isso sem “drama”, já outros nem tanto. Eu tenho fases em que estou mais light, outras nem tanto, mas no geral sempre procuro me cuidar pois tenho tendência a ter colesterol alto, então preciso evitar certos tipos de alimentos. Li essa matéria no uol e gostei muito das dicas, eu já faço uso de boa parte delas, mas achei que seria legal compartilhar:

20 dicas boas para uma alimentação mais leve e saudável:

ema1

1. Pão francês por integral

Eis uma forma de começar o dia protegendo as artérias. A massa integral presenteia o organismo com boas doses de fibras. Esse ingrediente serve de alimento a bactérias aliadas que moram no intestino. Bem nutridas, algumas delas fabricam mais propionato, uma substância que tem tudo a ver com os níveis de gordura na circulação. “Ao chegar ao fígado, ela diminui a produção de colesterol”, explica a gastroenterologista Jacqueline Alvarez-Leite, da Universidade Federal de Minas Gerais. Com isso, cai também a quantidade dessa partícula no sangue.

ema2

2. Leite integral por desnatado

Esse esquema garante a entrada do cálcio, tão caro aos ossos, sem um bando de penetras gordurosos. A bebida desnatada tem o mesmo teor do mineral, com a vantagem de ostentar menos ácidos graxos saturados. O excesso desse tipo de gordura eleva os níveis de LDL, a fração ruim do colesterol.

ema3

3. Óleo de soja e outros por azeite

O ganho dessa troca vem da combinação entre gorduras benéficas e antioxidantes que povoam o óleo de oliva. Uma de suas vantagens é fornecer doses generosas de ácidos graxos monoinsaturados. “Eles não aumentam os níveis de LDL e ainda ajudam a erguer um pouco as taxas de HDL, o colesterol bom”, afirma o cardiologista Raul Dias dos Santos, do Instituto do Coração de São Paulo.

ema4

4. Pizza de mussarela pelas de vegetais

A ideia pode não agradar aos fãs mais puristas das pizzarias, mas presta um enorme serviço aos vasos sanguíneos. Deixar camadas e mais camadas de queijo de lado de vez em quando significa podar gordura saturada do cardápio. Como você viu, ela protagoniza o disparo do LDL, o tipo perigoso do colesterol. Substituir a mussarela ou a quatro queijos pelas redondas cobertas de vegetais é uma saída para degustar pizzas sem receio. Opções não faltam — vale pizza de escarola, de rúcula, de brócolis e até de abobrinha. E elas oferecem um bônus: pitadas de fibras e antioxidantes.

ema5

5. Salgadinhos por castanhas

Essa troca é destinada àquele momento em que pinta a fome no meio do dia. Solução fácil, mas nada saudável, seria recorrer aos salgadinhos ou biscoitos recheados, petiscos que costumam contar com gordura trans em sua receita. “Ela não só faz aumentar o LDL como ainda contribui para derrubar o HDL”, alerta Ana Maria Lottenberg. Para escapar da malfeitora, aposte nas castanhas e nas nozes — legítimos depósitos da gordura monoinsaturada, que faz exatamente o trabalho oposto. “As oleaginosas ainda são fontes de antioxidantes”, lembra Jorge Mancini.

ema6

6. Cereais açucarados por aveia

A aveia tem fama de ser um dos cereais mais nutritivos do planeta. Por isso merece um espaço logo no café da manhã — seja na forma de flocos, seja no mingau. Um estudo da Universidade Federal de Santa Catarina comprova, mais uma vez, sua capacidade de cortar a gordura que sobra no sangue. “A aveia é rica em betaglucanas, fibras fermentadas no intestino e capazes de regular a síntese de colesterol”, explica a autora, Alicia de Francisco, que também é coordenadora para a América Latina da Associação Americana de Químicos de Cereais. “Observamos que elas ainda aumentam o HDL.”

ema7

7. Bauru por peito de peru e queijo branco

Calma, não pretendemos condenar ao ostracismo um lanche tão tradicional como o bauru. O problema é que ele deixa a desejar se as taxas de colesterol já rumam aos céus. Basta averiguar seus ingredientes: queijo prato e presunto, redutos de gordura saturada e colesterol. Que tal substituí-lo por um sanduba de peito de peru e queijo branco, que é mais esbelto do que seu congênere? Experimente. Só é preciso ficar atento ao tamanho do lanche. Ora, uma gigantesca baguete recheada pode fornecer mais calorias e gorduras do que um bauru de porte modesto.

ema8

8. Camarão por peixe

Convenhamos: frutos do mar não são tão frequentes no prato do brasileiro. Mas vale ficar atento durante aquela viagem à praia para não se abarrotar de camarões. Eles encabeçam o ranking marinho de colesterol — são 152 miligramas da gordura em uma porção de 100 gramas. Ou seja, quase o triplo do que é oferecido pela mesma quantidade de um peixe gordo como o salmão. Esse pescado se sai melhor também por outro motivo: ele é carregado de ômega-3. E uma nova pesquisa da Universidade Columbia, nos Estados Unidos, revela: o ômega diminui a captação de LDL pela parede das artérias, prevenindo as placas.

ema9

9. Picanha por lombo

O porco não é mais gordo que o boi nem o boi é mais gordo que o porco. Tudo é uma questão de corte. Há peças bovinas com menos gordura saturada, caso da alcatra e do filé mignon, e há aquelas parrudas, como a picanha e o cupim. O mesmo raciocínio se aplica à carne suína: o lombo é mais magro que o pernil. Mas saiba que há medidas para retalhar o possível malefício de qualquer corte rechonchudo. “Limpe a peça antes de cozinhá-la, retirando toda gordura aparente”, ensina Ana Maria. Até porque, apesar de a gente não ver, altas doses do nutriente já estão emaranhadas na carne.

ema10

10. Manteiga por margarina

Elas mantêm uma rivalidade histórica e ainda suscitam debates entre os experts. No duelo em prol de artérias saudáveis, porém, a margarina leva certa vantagem, porque não conta com a famigerada gordura de origem animal e o colesterol. Nos últimos anos, a indústria tem acrescentado componentes à sua fórmula para torná-la mais benéfica. Entre eles, destaque para os fitosteróis, que facilitam a expulsão do colesterol pelas fezes. “Os produtos enriquecidos com essa substância são indicados a quem já tem colesterol alto”, avisa Ana Maria.

ema11

11. Quindim por compota de frutas

Os doces costumam ser condenados por carregarem açúcar demais. Quando a discussão envolve colesterol, porém, o açúcar pesa menos do que outro ingrediente comum em quindins, brigadeiros e bolos: a gordura. A manteiga, o creme de leite e outros ingredientes gordurosos que dão consistência aos quitutes levam consigo ácidos graxos saturados, que alavancam as taxas de LDL. Não à toa, os especialistas aconselham trocar esse tipo de sobremesa por opções que, sem perder o sabor adocicado, são desengorduradas. O melhor exemplo são as compotas de frutas. Só não vale, é claro, abusar.

ema12

 

12. Suco de laranja pelo de uva

Essa é para matar a sede e resguardar o peito. É na casca da uva que está um parceiro do coração, o resveratrol. “Ele atua na redução do colesterol e tem efeito antioxidante”, diz a bioquímica Tânia Toledo de Oliveira, da Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais. Ao impedir que as partículas de LDL se oxidem, a substância evita indiretamente que elas grudem na parede do vaso. Ao contrário do que muita gente pensa, o resveratrol não é exclusivo do vinho. O suco de uva natural e feito na hora (com casca, por favor!) também o disponibiliza ao organismo.

ema13

13. Chá de ervas por chá-mate

Não é campanha contra a receita da avó, mas as infusões à base de camomila e afins perdem feio para o mate se o assunto é colesterol. Que o digam cientistas da Universidade Federal de Santa Catarina, que avaliaram as propriedades dessa erva típica do sul do país. “Notamos uma queda de 8,5% nos níveis de LDL em voluntários com taxas normais e uma redução extra de 13,5% em pessoas que tomavam remédios para abaixar o colesterol”, conta o farmacêutico Edson Luiz da Silva, que liderou a pesquisa. A proeza vem das saponinas, moléculas presentes no mate. “Elas diminuem a absorção do colesterol no intestino, favorecendo sua excreção pelas fezes”, explica.

ema14

14. Cebola branca por cebola roxa

Essa troca pode ser estendida à alface e ao repolho: prefira sempre o roxo. As hortaliças com essa cor abrigam um pigmento que aplaca o colesterol, a antocianina. “Experimentos feitos em animais no nosso laboratório mostraram que ela reduz consideravelmente a concentração da gordura no sangue”, conta a professora Tânia Toledo de Oliveira, da Universidade Federal de Viçosa. “A substância inibe uma enzima que participa da síntese de colesterol no fígado, além de aumentar sua eliminação do organismo.” Morangos e cerejas, saiba, também são reservas de antocianinas.

ema15

15. Molho branco pelo de tomate

O macarrão é o mais inocente por aqui. Quem incentiva ou não a escalada do colesterol é o molho — sempre. O branco é bem gordo. Em 2 colheres de sopa encontramos 4,5 gramas de gordura. Como o preparo exige creme de leite e queijo, o prato fica cheio de ácidos graxos saturados. Uma bela macarronada ao sugo não guarda esse perigo. Nas mesmas 2 colheres de sopa, há somente 0,1 grama de gordura. “Apenas procure usar o molho de tomate feito em casa e evitar a manteiga no momento de refogá-lo”, orienta a nutricionista Ana Maria Lottenberg. E, se possível, opte pela massa integral.

ema16

16. Chocolate ao leite pelo amargo

O doce de cacau se notabilizou como um amigo do sistema circulatório. Mas não é todo chocolate que, de fato, prova sua amizade às nossas artérias. O tipo que merece respeito é o amargo. “Ele possui menos gorduras saturadas que o branco e a versão ao leite”, afirma a nutricionista Vanderlí Marchiori, colaboradora da Associação Paulista de Nutrição. “Sem falar que fornece catequinas, substâncias que ajudam a sequestrar o LDL e impedir sua oxidação”, diz. Mas fique atento ao rótulo: amargo de verdade tem mais de 60% de cacau em sua composição.

ema17

17. Sal por ervas e alho

Está em suas mãos uma maneira de preservar os vasos sem deixar a comida ficar insossa: em vez de exagerar no sal, ingrediente que patrocina a hipertensão, use a imaginação e as ervas aromáticas, além de alho. “Ele tem compostos capazes de controlar o colesterol”, exemplifica Vanderlí. E ervas como o orégano e o alecrim merecem ser convidadas à cozinha por causa do seu poder de fogo contra a oxidação, um fenômeno que, você já sabe, não poupa o LDL, tornando-o ainda mais danoso para as artérias. Mas essa ação pode minguar quando os ingredientes são expostos a temperaturas elevadas. Procure acrescentá-los nos minutos finais do cozimento.

ema18

18. Frango com pele pelo frango sem pele

Muita gente pensa que basta despir uma coxa de frango assada no prato para se livrar de um boom de colesterol. Ledo engano. “Retirar a pele é, sim, fundamental, mas isso deve ser feito antes de levar a carne ao fogo”, esclarece a nutricionista Cláudia Marcílio, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo. “Quando submetidos ao calor, a gordura saturada e o colesterol da pele conseguem se dissolver e penetrar na carne”, justifica Ana Maria. Aí, será tarde…

ema19

19. Queijo pelo tofu

A intenção não é jogar mais pedras sobre o parmesão, o provolone e até o minas, mas abrir espaço ao tofu, que é feito de soja. Ele é uma preciosidade porque concentra o que o grão tem de melhor: proteínas e isoflavonas. “A proteína da soja aumenta a atividade de receptores que colocam o LDL para dentro das células e inibe a principal enzima responsável pela produção de colesterol”, explica a nutricionista Nágila Damasceno, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. E as isoflavonas não só potencializam a queda do LDL como evitam sua oxidação.

ema20

 

20. Pipoca de micro-ondas pela de panela

Faz toda a diferença investir um tempo a mais para estourar o milho no fogão. “É uma forma de controlar a quantidade de gordura no preparo, porque no produto de micro-ondas ela já é fixa”, argumenta a doutora em ciência dos alimentos Maria Cristina Dias Paes, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, em Sete Lagoas, no interior de Minas Gerais. A versão que ganha na praticidade perde pontos porque carrega ácidos graxos saturados e trans. “Na panela, dá para usar um óleo mais saudável, como o de canola”, diz Cristina. Daí, você aproveita as fibras do milho, deixando seu colesterol em paz.

fonte: Saúde Abril

Categories: Dieta já Tags:

Emagrecendo sem erros

Hello!

Dei uma sumidinha aqui do blog né? Sorry, é que essa semana foi bem “cheia” e não consegui me dedicar como gostaria as postagens, mas essa semana espero ter mais tempo para postar novis aqui para vocês! Começo de ano é sempre a mesma coisa, quase todo mundo de dieta, querendo compensar os excessos do final do ano, portanto ao ler essa matéria na Vogue achei que seria legal compartilhar aqui, vejam só:

 

Depois de exagerar na comilança, é hora de recuperar a boa forma. Além da dieta saudável e uma rotina de exercícios, vale evitar algumas armadilhas comuns para garantir o sucesso na balança. Abaixo, você confere a lista dos 10 maiores erros para quem quer emagrecer, compartilhada pelo site da Allure.
 

Erro 1: ser viciada em celular

A regra é simples: na academia, esqueça o seu celular. “Se você está enviando uma mensagem ou lendo, você não está se exercitando o suficiente para perder peso”, explica o personal nova-iorquino Kacy Duke. Ao invés de se distrair ou atualizar suas redes sociais, que tal colocar uma música e aumentar o volume no fone de ouvido para animar o treino?

  (Foto: Reprodução/Vogue Japão)

Erro 2: correr da esteira
Correr na esteira pode parecer desanimador, entretanto o esforço vale a pena – e muito! “De todos os aparelhos da academia, a esteira é o mais eficaz para a perda de peso. Nela você trabalha os músculos e mantém o seu ritmo cardíaco elevado, o que faz com que você queime mais gorduras”, aponta Carol Espel, diretora da americana Equinox Fitness.
Erro 3: acreditar na contagem de calorias de aparelhos da academia
O número de calorias gastas exibido no visor de esteiras, bicicletas ergométricas, transports e outras máquinas da academia geralmente está cerca de 20% a 30% acima ou abaixo do real gasto calórico, afirma Jessica Matthews, especialista do American Council on Exercise. Em vez de medir a potência de seu treino com dados, preste atenção aos sinais de seu corpo: “Se você mal consegue manter uma conversa durante um exercício, então está trabalhando pesado o suficiente para perder peso”, afirma o personal Harley Pasternak.

  (Foto: Reprodução)

Erro 4: comer em frente à TV
“Quando você tem uma rotina alimentar em um ambiente específico, o cérebro trata de associar a comida ao mesmo local”, afirma David Neal, professor de psicologia da University of Southern California. Comer à mesa, onde você tende a estar mais focado e consciente do tipo e quantidade de alimento que está ingerindo, faz com que você deguste melhor e, consequentemente, se satisfaça mais rapidamente. O contrário, como comer em frente à TV, significa distração e chance elevadas de ter um descontrole.

Erro 5: pular o café da manhã
Além de afastar o mau humor matinal, tomar café da manhã é essencial para iniciar o metabolismo. “Você envia ao seu corpo um sinal de que não está morrendo de fome. Desta forma, ele começa a queimar gordura, mesmo se você estiver um dia calma”, diz Gunnar Peterson, personal trainer de Los Angeles, cujos clientes incluem Amber Valletta e Jennifer Lopez.

  (Foto: Reprodução)

Erro 6: esquecer das “calorias líquidas”
Adora beber um cappuccino no meio da tarde, ou aquele drink nas quarta-feiras à noite? Não se esqueça que alguns líquidos podem ser verdadeiras bombas calóricas. Atenção aos “sucos saudáveis que desintoxicam” e smoothies: tão bem quanto eles podem ser saudáveis – com ingredientes ricos em vitaminas –, estas bebidas chegam a embalar 300 calorias provenientes do açúcar natural.

Erro 7: usar adoçante
Comer doces definitivamente não vai contribuir com sua cintura. Porém, quando você precisa adoçar uma bebida, por exemplo, é melhor optar pelo açúcar do que pelo adoçante. Estudos sugerem que adoçantes artificiais de baixa caloria podem causar um ganho de peso maior do que o açúcar em si, possivelmente porque confundem o sistema digestivo, comprometem sua capacidade de queimar calorias e aumentam o seu desejo por doces.

  (Foto: Reprodução)

Erro 8: ignorar os benefícios do leite
Consumir laticínios pode ajudar você a perder peso. Uma pesquisa americana realizada em mulheres durante seis meses revelou: uma dieta rica em alimentos lácteos teve resultados 70% mais eficazes na perda de peso do que uma dieta de controle de calorias. Ponto para os amantes de queijo, mas lembre-se que o baixo teor de gordura é a chave para que você não exagere com o tipo de gordura saturada.

  (Foto: Reprodução/Vogue Italia)

 

Erro 9: cair na pressão dos amigos
Amigos podem ser influências fantásticas em sua rotina de exercício: são parceiros de corridas nos fins de semana e te acompanham na aula de spinning depois de um dia de trabalho. Mas, eles também podem ser destruidores da dieta. Das 300 mulheres que participaram de uma pesquisa conduzida pelo Medi-Weightloss Clinics, mais da metade foram influenciadas a consumir alimentos calóricos por seus colegas, amigos e família. Além disso, elas mostraram que tendem a copiar os hábitos alimentares dos amigos quando saem em conjunto.

Erro 10: dormir pouco
Perca peso enquanto você dorme. É fato que quando você não descansa de sete a nove horas por noite, seu corpo produz mais hormônio que estimula o apetite, o que significa que você estará faminta no dia seguinte. Você não apenas vai consumir mais, como vai optar por um hambúrguer suculento ao invés de uma saladinha.

  (Foto: Reprodução/Vogue Paris)

Fonte: Vogue

Categories: Dieta já Tags:

Sucos desintoxicantes para limpar o organismo

Oi meninas!
Depois de muita festança, muita comida e bebida, estou querendo fazer uma dieta detox para que meu organismo fique limpo de tantos excessos. Andei dando uma pesquisada e encontrei algumas receitas de sucos desintoxicantes, acho que para começar está bom, a dieta propriamente dieta só irei começa na semana que vem.
Os sucos desintoxicantes ajudam a liberar as toxinas acumuladas no corpo pela alimentação em excesso, podem ser feitos a partir de frutas e vegetais frescos, que são ricos em fibras e excelentes fontes de nutrientes. Estes sucos têm como função a limpeza e desintoxicação de impurezas do organismo, facilitando o funcionamento intestinal, prevenindo doenças e mantendo o bem-estar do corpo.
suco-verde-gui
Existem várias frutas e verduras que possuem o poder de desintoxicar o organismo. Algumas delas são: maçã, laranja, cenoura, abacaxi, melão, manga, tomate, beterraba, clorofila, agrião, limão, mamão, caqui, couve, agrião, pepino, morango entre outros.
Não é aconselhável trocar os hábitos alimentares por apenas sucos e muito menos exagerar nas quantidades ingeridas.
Com apenas um ou dois copos diariamente já é possível obter bons resultados! Lembre-se, consumir as frutas inteiras com cascas e bagaços é sempre mais interessante do que fazer sucos.
Suco desintoxicante
  • 1 cenoura
  • 1 pepino (com casca)
  • ½ beterraba média e crua
  • ½ xícara de chá de talos e folhas de hortelã
  • 1 suco de limão e raspas da casca

Suco desintoxicante e calmante

  • 1 cenoura
  • 1 maçã
  • ½ molho de alface (talo incluso)
  • 1 suco de limão e raspas da casca

Suco desintoxicante e digestivo

  • 1 xícara (chá) de abacaxi em cubos
  • 1 cenoura
  • 1 xícara (chá) de talos de erva doce
  • 1 suco de limão e raspas da casca

Suco desintoxicante e laxante

  • 1 fatia de mamão
  • 1 suco de laranja
  • 1 suco de limão
  • 5 ameixas secas ou uva passa sem caroço

Suco desintoxicante e energético

  • 4 cenouras
  • 1 maçã
  • 1 suco de limão (com casca)
  • 2 laranjas
  • 1 pedaço de gengibre

Suco desintoxicante e diurético

  • 2 fatias de melancia
  • 1 talo de aipo com folhas

Suco desintoxicante para aumentar a imunidade do organismo

  • 2 maçãs
  • 1 laranja
  • ramos de manjericão
  • 1 limão (com casca)

 

Para fazer os é preciso usar uma centrífuga ou liquidificador para bater bem os ingredientes. Evite usar muita água, mas caso prefira, meio copo de água filtrada ou água de coco já é o suficiente para deixar o suco mais cremoso. Prefira os sucos ao natural e evite ao máximo o açúcar e adoçante, não coe.

O ideal é tomar 1 copo ao acordar e outro no final da tarde, é como estou fazendo.
Semana que vem postarei mais dicas sobre a minha dieta.
Fica a dica!
fonte: nutricaoexercicio.com
Categories: Dieta já Tags:

Dieta já: Sementes de Chia

Oi meninas!

Estou tomando coragem para começar uma dieta em breve, nós já falamos aqui no blog sobre as famosas sementes de chia, mas li essa matéria super informativa e achei que seria legal compartilhar, vejam só:

O que é

Originária do México, a chia é uma semente que foi muito consumida por civilizações antigas, principalmente por quem precisava de força e resistência física.

Composição

Entre os principais componentes está o ômega 3 – em teor mais elevado do que o encontrado na linhaça. também tem fibras, cálcio, magnésio, potássio e proteína.

Ajuda a perder peso porque…

· Causa saciedade: “suas sementes são mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras. ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e, então, passa a consumir porções menores”.

· Combate inflamação: “a gordura é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Com isso, perde-se o controle sobre a fome a ponto de comer e nunca se sentir satisfeita. O ômega 3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite”.

· Desintoxica: “a fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes”.

Outros benefícios

Além de ajudar o corpo a entrar em forma, a chia colabora na redução do colesterol, controla a glicemia, ajuda na formação óssea, previne o envelhecimento precoce e melhora a imunidade do organismo.

Contra indicações

Qualquer pessoa pode ingerir a semente. Porém, devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao ganho de peso. Logo, para emagrecer, coma apenas a quantidade indicada na matéria.

Como consumir?

Pode ser encontrada de três formas – in natura (grãos), óleo e farinha. Mas independentemente do jeito que você prefere consumi-la, a chia deve ser ingerida 30 minutos antes de duas das suas principais refeições diárias (café da manhã, almoço ou jantar).
Conheça as formas e algumas marcas do produto já à venda no mercado.

produtos

GRÃO
Como ingerir: pode ser consumido puro ou misturado a frutas de sua preferência. O ideal é comer uma colher (sopa) da semente 30 minutos antes das refeições.

1. Giroil: preço médio entre R$ 18* e R$ 20* (250 g).
2. Ser Leve: preço médio R$ 21,60* (250 g). Informações.: (11) 2412-9921
3. Cacalia: preço médio R$ 15* (200 g).

produtos

ÓLEO
Como ingerir
Use o óleo como tempero. Acrescente uma colher (sopa) do alimento em saladas, independentemente da quantidade de folhas. Contudo, existe uma importante ressalva neste caso: a versão líquida de chia não conta com os benefícios das fibras, encontradas exclusivamente na farinha e na versão em grãos. Os demais componentes, como o ômega 3, permanecem inalterados.

1. Óleo Extravirgem da Giroil: Preço médio entre R$ 30* e R$ 35* (260 ml).
2. Cacalia: preço médio R$ 70* (250 ml).

FARINHA
Como ingerir: adicione uma colher (sopa) no preparo de iogurtes, vitaminas e saladas.
3. Ser Leve: preço médio R$ 21,60* (250 g). Informações.: (11) 2412-9921
4. Cacalia: preço médio R$ 17* (200 g).

O poderoso grão possui…

· 2 vezes mais potássio do que a banana
· 3 vezes mais ferro do que o espinafre
· 6 vezes mais cálcio do que o leite integral
· 8 vezes mais ômega 3 do que o salmão
· 12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água
· 15 vezes mais magnésio do que o brócolis

*Preços pesquisados em agosto de 2011

Conteúdo do site Viva!Mais

Categories: Dieta já Tags:

Dica para a pele: Elixir de Inhame

Oi meninas,

Esse post é para falar de um problema que minha pele apresenta de tempos em tempos, e acredito que isso também deve acontecer com muitas de vocês. De vez em quando ela fica “grossa”, cheia de bolinhas, não sei bem como explicar, a pele do meu rosto fica estranha e parece que estou com alergia. Aí começo a intensificar os tratamentos caseiros, uso mil cremes e máscaras, mas nada resolve.

Há alguns anos atrás descobri um truque que me ajuda muito em momentos como estes, pois no meu caso o problema é a alimentação, às vezes chuto o balde e me alimento mal mesmo, e isso reflete-se instantaneamente na pele.

É o famoso Elixir de Inhame, já ouviram falar? É um remédinho do tempo da minha avó, um depurativo do sangue poderoso:

 

Já usei muitas vezes e o resultado foi sempre muito positivo, um frasco já é o suficiente para voltar a ter a pele lisinha novamente.  Acho que vale a dica, e é baratinho e fácil de encontrar nas farmácias. Eu tomo duas colheres por dia, uma antes do almoço e outra antes do jantar.

Claro que uma alimentação balanceada conta bastante também, é muito importante comer verduras, legumes e frutas. Ah, e quem conseguir introduzir o inhame na alimentação também será beneficiado por todas as suas propriedades depurativas e desintoxicantes, isso sem falar no sabor que é uma delícia, amo de paixão! Aqui em São Paulo as pessoas não tem o hábito de comer inhame, e não sabem o que estão perdendo! Como sou mineira estou acostumada a comer inhame cozido, assado, na sopa, etc…vale a pena experimentar!

O inhame também contém fósforo, ferro, cálcio, vitaminas B1 e B5.

Fica a dica…

Beijos

20 Amei
Categories: Dieta já, Diversos Tags:

Dieta já: Sementes de Chia

Oi meninas, hoje vamos falar um pouquinho sobre dieta, coisa que nunca sai da nossa cabeça não é verdade? Ainda mais com esse verãozão aí e as praias só esperando por nós!!!

Eu tenho muita dificuldade em fazer dieta, pois se tem algo prazeroso nessa vida é comer né gente? rs…Ainda mais para quem mora em SP, a terra da pizza! Mas essa semana decidí que preciso fazer algo, pois de uns 2 anos para cá, engordei quase 10kg sem perceber! Tudo bem que eu sempre fui um palito, pesava 55…56kg e usava manequim 36…38 ficava larguinho….rs Todo mundo dizia que eu precisava dar uma engordadinha e tal, até eu pensava, mas gente, não gostei! rs…Porque junto com os quilinhos a mais vieram coisas que eu não tinha no meu corpo, as chamadas estrias e celulites!!! É muito feio, porque para ajudar só apareceram em lugares que não deveriam ter aparecido!

 

 

Aparentemente, esses quilos  ficaram distribuídos de maneira até que legal, estou com um corpão que nunca tive, mais mulherão sabe, bundão, pernão, resumindo: “A alegria de qualquer obra!!!” kkkkkkkkkk…..mas eu DETESTO isso, odeio passar na rua e escutar um “e aí gostosa!”…acho além de vulgar, nojento, porque parece que você é um bifão!!! Credo! Qualquer calça que eu coloco me sinto uma passista de escola de samba…rs! Nada contra as passistas, mas para quem sempre foi muito magra é difícil se acostumar com um, às vezes até 2 números a mais!

 

 

Sabe quando até seu namorado vira para você e diz: “Nossa amor, você está grande!”….Gente é para morrer né? O pior sempre é na hora de achar uma roupa para sair…meu guarda-roupa se torna meu inimigo número um, pois tudo eu acho que fica marcando, detesto roupa justa onde não tem que ser justa….até que um dia decidí parar de acreditar numa ilusão que voltaria a usar minhas calças tamanho 36 e fiz uma boa ação: Peguei umas 10 calças jeans que eu mais amava no meu guarda-roupa e dei todas para uma amiga super querida e magra! Claro que eu fiz essa minha amiga experimentar todas na minha frente e quando eu olhava as calças no corpitcho lindo dela eu só pensava, TÁ AÍ MINHA META! kkkkkkkkkkkkkkkkkk….e depois nos acabamos de comer pastel (meu vício!) hahahaha…comecei bem!

 

Então depois disso decidí fazer uma dieta para valer mesmo, mas não só pensando em emagrecer, mas sim em reeducar a minha alimentação. Sinto que nos últimos tempos minha pele está opaca, minhas unhas estão fracas e meu cabelo também nãoanda  lá aquelas coisas, e sei que posso contornar tudo isso com uma boa alimentação. Já o corpo, como quero perder medida e enrigecer as pernas e o bumbum, só ir e voltar para o trabalho a pé não está adiantando (coisa que eu amo fazer, todos os dias faça Sol ou chuva vou e volto do meu trabalho a pé, é um santo remédio para descansar a minha cabeça!), irei me matricular numa academia aqui na frente de casa, assim terei um acompanhamento profissional para fazer exercícios de uma maneira correta e direcionados para o que eu preciso.

 

Todo mundo sabe que produtos naturais, assim como os grãos são grandes aliados na hora de fazer aquela dieta ou até mesmo simplesmente para quem quer colocar o funcionamento do corpo em dia. Eu sou totalmente contra tomar remédio para emagrecer, pois essa onda paranóica da busca pelo corpo perfeito pode ser muito perigosa para o nosso bem-estar, tenho muitas amigas que tomaram diversos remédios “milagrosos” e passaram por situações um tanto quanto desagradáveis, afinal, a pessoa fica perturbada com um uso contínuo e prolongado desses remédios, além de causar dependência!

 
Acredito sim que cada uma deve buscar estar de bem com o seu corpo e com a sua mente e para isso devemos conciliar uma boa alimentação e exercícios físicos, não tem jeito! Parece clichê aquela história de que para emagrecer basta fechar a boca e fazer academia, mas é mais pura verdade, você até pode comer de tudo um pouco, mas tem que saber balancear esse tudo e ser muito regrada. E beber água quenem um elefante, coisa que eu detesto! rs…

 

Hoje quero dividir com vocês um produto que tenho visto e ouvido falar demais como um grande aliado para a nossa dieta: AS SEMENTES DE CHIA, você conhece?

O que é a Semente de Chia?

As sementes de chia são ricas em antioxidantes, cálcio, ferro, fósforo, selénio, potássio e magnésio. São ainda uma boa fonte de proteínas (cerca de 16g/100g), apresentando todos os aminoácidos essenciais, e de fibras solúveis e insolúveis.

A chia é considerada uma das melhores fontes de ácidos gordos ómega 3 e 6, proporcionando o rácio perfeito entre o ómega 3 e ómega 6, o que é ideal para uma alimentação saudável. O ómega 3 é um nutriente muito importante sobretudo para crianças, grávidas, estudantes ou para quem tenha uma actividade essencialmente intelectual

 

A semente de chia é um emagrecedor natural, rico em fibras solúveis e insolúveis, fonte de fibra, com antioxidantes e minerais e ómega 3. Estas sementes são originárias da planta do deserto Salvia Hispanica, da família da menta, no sul do México.

As sementes de chia ajudam a perder peso, porque possuem a capacidade de “inchar” quando em contacto com a água, formando uma espécie de gelatina que auxilia o bom funcionamento do intestino, ajudando em sua regulação e favorece a absorção de nutrientes pelo organismo. Ajuda ainda a aumentar a sensação de saciedade durante as refeições-

Existem sementes cinzentas, castanhas, pretas e brancas. As sementes absorvem 12 vezes seu peso em água, hidratando o corpo e protegendo a mucosa do intestino.

 Como consumir as sementes de Chia?

A Chia pode ser consumida crua, de várias maneiras, pois são facilmente digeridas pelo nosso organismo.

Misture 1 colher de sobremesa de chia com 1 litro de água e deixe repousar durante cerca de meia hora, mexendo de vez em quando até ficar uma espécie de gel. Tem um sabor neutro por isso pode ser adicionada crua a iogurtes, sucos, saladas e sopas.

O ideal é que seja consumida meia hora antes de cada refeição, para que dê tempo de agir no seu organismo. Ela causa aquela sensação de saciedade, ajudando a inibir um pouco o apetite!

Qual é o preço das sementes de Chia e onde encontrar?

Custa em torno de R$15,00 à R$30,00 um pacote com 1kg, mas depende muito de onde você encontrar. No geral, é mais fácil encontrar em lojas de produtos naturais, ou até mesmo, sites que vendem esse produtos.

***

 

Fica a dica!

Espero que tenham gostado e aguardem mais novidades da minha dieta!!!

Beijos!!!

 

 

10 Amei
Categories: Atualidades, Dieta já Tags: